Pilares da Advocacia de Alta Performance

Conteúdo exclusivo

Entre para a nossa newsletter e fique por dentro de inúmeras novidades.

O QUE É ADVOCACIA DE ALTA PERFORMANCE?

A palavra “performance” é de origem inglesa, e refere-se à atuação, desempenho de alguém em alguma atividade.
É o conjunto de habilidades que alguém tem e que são potencializadas e trabalhadas para melhorar os resultados dessa pessoa no âmbito desejado, seja um trabalho, um esporte, etc.

ADVOCACIA DE “ALTA PERFORMANCE” busca a EXCELÊNCIA no desempenho, decorrente da aplicação de habilidades e técnicas que o profissional deve possuir para alcançar melhores resultados. Seja na atuação jurídica processual, tais como nas audiências, sustentações, no aumento de foco para realização dos trabalhos jurídicos, seja no atendimento aos clientes, no planejamento de sua carreira, na visibilidade no mercado de trabalho ou em qualquer área que o profissional deseje alavancar.

QUAL A IMPORTÂNCIA DO ADVOGADO TER ALTA PERFORMANCE?

Atualmente, o mercado jurídico conta com mais de 1 milhão de advogados inscritos na ordem dos advogados do Brasil. Para tanto, é fundamental desenvolver habilidades além do conhecimento técnico-jurídico, ter uma comunicação digital e não-violenta, com técnicas de negociação e mediação de interesses, com capacidade de solucionar conflitos e resolução extrajudicial de demandas, além de um escritório com visão, valores e missão devidamente identificados. Além disso, espera-se do profissional segurança, postura ética e, enfim, que possa prestar o melhor atendimento e serviço jurídicos para seu cliente e para a sociedade.

PILARES DA ADVOCACIA DE ALTA PERFORMANCE:

01- IDENTIDADE PROFISSIONAL

No primeiro pilar estruturante para desenvolvimento de uma PERFOMANCE positiva é o AUTOCONHECIMENTO do profissional. É necessário que o mesmo conheça seus principais traços de sua personalidade, os que são positivos e os que precisam ser melhorados para que alcance os resultados esperados. Por exemplo: identificar um comportamento auto sabotador como a procrastinação é altamente relevante e ajuda o profissional a direcionar suas ações no sentido de eliminar esse padrão de conduta que com certeza trará mais clareza e foco no trabalho a ser realizado.

PERGUNTAS COMO:
• Quem eu sou como pessoa? Quais são as minhas características principais?
• Como eu sou como advogado (a)?
• Quais são as crenças enraizadas acerca da advocacia?
• Quais são os comportamentos que podem ser eliminados ou até neutralizados para alcançar melhores resultados?
• Quais são as habilidades essenciais de um advogado ou advogada vencedor(a)?
Ao responder essas perguntas de forma autodirigida, o profissional encontrará dentro de si os recursos necessários para reconstruir sua forma de atuar e assim caminhará de forma segura e motivada em busca de novos resultados.

02- PARCERIAS E BOM NETWORKING

Outro pilar para ter uma performance diferenciada no mercado jurídico da advocacia é definitivamente realizar boas parcerias, não apenas com intuitos comerciais, mas principalmente com pessoas que tenham a mesma postura ética e comprometida que a sua, ou seja, que tenham os mesmos valores que os seus. Mas por que se preocupar com isso?
Alguém duvida do poder de um bom networking?
Nós podemos nos relacionar com todos na sociedade, portanto, é fundamental que as parcerias e alianças sejam construídas com a pessoas que tenham os mesmos princípios que os seus e sejam coerentes com seus valores, a fim de que possam todos ter resultados positivos. Bons relacionamentos são a quarta chave do sucesso para que sua performance alcance novos patamares, sobretudo por que estará na convivência de pessoas alinhadas com teu propósito e afinidades, e assim proporcionará a você, colega, o crescimento necessário para resultados cada vez melhores.
Exemplo: se você quer atuar na área imobiliária, deve construir boas alianças no mercado imobiliário com corretores, incorporadoras, bancos e construtoras a fim de ofertar seu serviço jurídico nesse nicho.

As metas são a melhor forma de medirmos que estamos no rumo de alcançar nossos objetivos e realizações. Mas lembre-se: antes de começar a definir metas e ações, é preciso primeiro refletir quais são seus reais objetivos de vida e profissional.

As metas são importantes para nos fornece o foco necessário.
Além disso, as metas nos fazem evoluir e crescer de uma forma que talvez você nunca tenha conseguido antes.
Se você ainda não tem um propósito definido e se sente sem objetivos, isso aumenta a sensação de que seu destino parece tão distante ou intangível.
Então pegue as rédeas de sua vida já!
>>>>>Sonhamos para o futuro e vivemos no presente – o que pode, infelizmente, criar muitos obstáculos difíceis.

É por isso que definir metas de curto e longo prazo é uma tarefa imprescindível: elas fornecem a visão de que estamos trilhando o caminho das nossas vidas. PORTANTO,

01- DETERMINE SEUS OBJETIVOS,

02- DETERMINTE OS PRAZOS, E

03- CRIE UM PLANO DE AÇÃO PARA ATINGIR SUAS METAS E ASSIM CHEGAR COM SUCESSO NOS SEUS OBJETIVOS.

Simone de Fátima Ferreira Sá

Advogada- MBA – Gestão Estratégica da Advocacia/ESA- Escola Superior de Advocacia

Outros artigos

Conheça o nosso curso

Se você é recém-formado(a) e precisa de um norte para se posicionar no mercado, conhecer o caminho das pedras é fundamental para começar a construir uma carreira de sucesso.

CURSO ASSESSORIA PARA ADVOGAR!

Voltar
WhatsApp
Ligação
Agendamento